Compartilhar share

Capacitação do BEM

Publicado em 24/08/2018 às 16:07 - Atualizado em 19/05/2021 às 11:23

Tendo como ponto de partida, as comemorações dos 40 anos da AMAI, em 2018 e a experiência exitosa da Entidade em gestão do conhecimento, a qual oferece treinamentos gratuitos, foi criado o Programa Capacitação do Bem. Desde 2009, quando a AMAI iniciou a oferta de cursos, mais de 27 mil servidores já receberam qualificação.  A partir de 2013 os cursos passaram a ser gratuitos gerando uma economia aos cofres públicos das prefeituras associadas de mais de R$ 2,1 milhões apenas com inscrições.

Desde o lançamento do projeto, em 2018 foram entregues mais de uma tonelada de alimentos e ainda destinado mais de 650 itens de higiene e 80 quilos de ração animal.

O CAPACITAÇÃO DO BEM tem por objetivo estimular a reflexão sobre o sentido da Responsabilidade Social, contextualizando sua importância para a justiça social e para o desenvolvimento sustentável da nossa sociedade e das gerações futuras.

Quando esta consciência se torna coletiva, o impacto das pequenas ações pode ser ampliado. Todos somos imprescindíveis e chamados a uma participação ativa e corresponsável tendo a sociedade como protagonista do seu desenvolvimento.

Assim, o programa de capacitações da AMAI acaba gerando benefícios mútuos entre as Prefeituras e a comunidade, elevando o nível técnico dos servidores e melhorando a qualidade de vida da população.

Objetivo Geral: Manter atualizados os servidores públicos das prefeituras da AMAI para o bom desempenho das funções e angariar donativos para serem destinados as entidades de Assistência Social e de Amparo a animais da região, as quais não tenham fins lucrativos, por meio de Edital de Credenciamento Público.

Objetivos específicos:

- Oferecer conhecimento com valor acessível ao poder público;

- Apoiar entidades da região de modo que a atividade seja sustentável;

- Incorporar a responsabilidade social como um valor da marca AMAI;

- Levar auxílios aos mais necessitados.

Assim, a iniciativa fomentará a integração de políticas públicas, ações voluntárias, mecanismos de participação e controle social, tendo o cidadão como protagonista no desenvolvimento da cidade, com sustentabilidade, qualidade de vida e redução de desigualdades.

Destaca-se que a iniciativa não retira dos Entes Federados a responsabilidade sobre o financiamento e execução das políticas públicas, apenas valoriza os trabalhos prestados pelas Entidades que muitas vezes realizam serviços que se equiparam a política de direitos Estatal.

Para conhecer o procedimento de cadastramento das Entidades CLIQUE AQUI!


Galeria Multimídia

{{grupo.nome}}
  • {{grupo.items.length - 12}}
    {{item.codGaleriaMultimidiaItem}}
Fechar

publish